Prefeito Marcelino da Farmácia Apresenta na Câmara Proposta para Mudança do Período de Gestão da OSS para UPA de Rio Ostras-RJ

0
265
Plenário da Câmara Municipal de Rio das Ostras-RJ-Foto: De Olho em Rio das Ostras.

A Câmara Municipal de Rio das Ostras-RJ tendo à frente o Presidente Carlos Afonso viveu uma noite inusitada nesta terça feira, 26 de fevereiro quando recebeu a visita do ex vereador e agora prefeito Marcelino da Farmácia que veio com a sua equipe técnica/jurídica (Secretaria de Saúde quanto da Procuradoria Geral do Município) apresentar uma proposta de mudança do período da gestão da UPA através de OSS (Organização Social da Saúde ) que será licitada em breve, de três para dois anos, que foi submetida à apreciação dos senhores vereadores o que causou em alguns momentos um acaloramento por divergências de opiniões e o grande público presente teve uma participação muito importante e após ouvir a explanação do executivo, juntamente com a grande maioria dos parlamentares apoiaram a proposta do prefeito Marcelino da Farmácia.

Vereador Carlos Afonso.
Presidente da Câmara Municipal de Rio das Ostras-RJ

Ao conduzir com muita segurança e imparcialidade o debate o Presidente da Câmara Municipal de Rio das Ostras Carlos Afonso, seguindo o regimento da casa iniciou os trabalhos chamando os parlamentares pela ordem de inscrição para fazer as suas considerações com relação à pauta apresentada e como sempre o inevitável aconteceu e acabou virando em debate porque nessas questões não existe unanimidade de opiniões.

O primeiro vereador a fazer o uso da palavra foi o Dr. Fábio Simões que deixando em suspense se é contra ou favor a Mudança do prazo chamou a atenção para a experiência da gestora fazendo a comparação com a opção escolha de um cidadão quando escolhe um médico.

O clima esquentou muito mais quando o vereador Rodrigo da Aposentadoria, um grande crítico e adversário da atual gestão Marcelino da Farmácia, a quem não tem poupado críticas, fez questão de alegar que o mesmo votou contra as OSS em um passado recente e, ao tentar argumentar contra a redução para dois anos como quer o executivo mostrando uma gravação em áudio(antiga) foi vaiado pela platéia e quase não conseguiu o seu intento porque teve a sua voz coberta pelo os populares que ocupavam a Câmara Municipal.

Em seguida o vereador Derlan surpreendeu a todos quando elevou o tom e pediu para alguns dos seus pares pararem de politicagem (a carapuça deve ter servido para alguns especificamente) e falou da importância de focarem no que mais interessa a população e parar de picuinhas; O vereador Marciel num tom apaziguador deixou o prefeito seguro, quando antecipou o seu voto, que segundo ele independente de quantos anos de gestão da OSS ele aprovará porque quem ganha é o povo de Rio das Ostras e não só do Bairro Âncora onde a UPA foi construída; O vereador Joelson do Carmo, companheiro de partido do Prefeito, como não poderia de ser além de aprovar a ideia fez o público rir muito quando indagou o vereador Dr. Fábio se ele sempre foi experiente; O vereador Betinho como líder do governo parabenizou a atitude do prefeito Marcelino; Já o vereador Alan Machado muito embora dando um tom de aprovação fez um questionamento, se o quesito experiência vai contar para aprovação da gestora OSS.

Continuando as considerações o vereador e ex chefe de gabinete do prefeito Marcelino admitiu que aprovará, porque se é bom para o povo é ótimo pra eles; O vereador Braga não poupou elogios a gestão do prefeito Marcelino da Farmácia e se prontificou a aprovar independente do tempo de gestão;  O penúltimo vereador da noite a se pronuncia pela ordem foi o vereador Carlinhos CRM que disse acreditar na importância dessa unidade de saúde para a Cidade e finalmente foi a vez do vereador Misaias que se preocupou mais em criticar o atual prefeito pelo o estado da saúde, fugindo um pouco da discussão da pauta sobre a mudança do período de 5 para dois anos a administração da UPA que o prefeito Marcelino da Farmácia espera inaugurar em breve e, a insistência do vereador de ataques ao prefeito obrigou o mesmo a lembrar que o vereador Misaias em outros mandatos nunca se pronunciou nem nos momentos mais difíceis que a cidade já passou em outras gestões não parecendo ter um cargo eletivo, segundo o prefeito o que ocasionou uma grande vaia da assistência e o vereador apesar do pedido réplica teve o mesmo negado pelo presidente Carlos Afonso que encerrou a chamada por ordem e abriu para perguntas dos voluntários inscritos.

                                                            O Parecer técnico  

De acordo com a Procuradoria Geral do Município, essa alteração segue uma determinação do Tribunal de Contas do Estado ao apreciar o modelo que é utilizado no município de Quissamã, que é uma referência nessa questão. Além disso, a redução vai permitir a ampliação da competitividade, o que acaba garantindo uma maior economicidade para os cofres públicos.

Outro ponto que foi esclarecido foi com relação à experiência profissional dos que serão contratados. Independente do tempo de constituição da empresa vencedora, os profissionais que serão contratados deverão ter experiência em suas respectivas funções.

Ao final de uma noite movimentada em meio a cumprimentos do público ao Prefeito Marcelino da Farmácia, De Olho em Rio das Ostras ouviu o que ele espera dessa reunião que contou com a participação popular:

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA