Rio das Ostras reúne sociedade civil organizada para discutir implantação de Estacionamento Rotativo

0
2700
Cidade de Rio das Ostras-RO-Divulgação

 

Com o crescimento de Rio das Ostras, aumenta também o volume de veículos e a dificuldade de encontrar vagas disponíveis em áreas como o Centro, Orla de Costazul e Lagoa de Iriry. No verão, quando a população quase triplica, a situação se agrava. Buscando garantir a acessibilidade urbana, a Prefeitura realizou um estudo para implantação do Estacionamento Rotativo. Para debater o assunto, a sociedade civil organizada está sendo convidada a opinar em uma apresentação pública do projeto, na próxima quarta-feira, dia 1º de junho, às 18h, no Parque dos Pássaros.

A Comissão do Plano Municipal de Mobilidade Urbana está convocando  os membros titulares e suplentes para a apresentação do projeto do Sistema de Estacionamento Rotativo Pago “ESTAR/RO”.

                                                                ÁREAS

Pela proposta em estudo, a cidade seria divida em áreas. A Área Azul é destinada a estacionamento remunerado de veículos pelo tempo máximo de 2 horas. O Centro está entre as regiões da Área Azul. O objetivo é promover maior circulação de veículos nesses locais para atender o fluxo do comércio e da rede bancária.

A Área Verde será destinada a estacionamento com tempo máximo de 4 horas, com atendimento de 8h às 22 h, de segunda a domingo. O valor da hora seria de R$ 2,50 por 2 horas, podendo chegar a R$ 20, de acordo com o tempo utilizado.

Inicialmente serão oferecidas 3 mil vagas. A cobrança será feita por terminais eletrônicos e parquímetros.

                                                       LICITAÇÃO

A Administração Publica espera abrir o processo de licitação nos próximos meses. A empresa vencedora para concessão de exploração do Sistema de Estacionamento Rotativo Pago obedecerá ao dispositivo nas leis Federais no 8.987, de 13 de fevereiro de 1995, e no 8.666, de 21 de junho de 1993. O prazo de concessão é de 10 anos.

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA