Rio das Ostras assina convênio com a Firjan para realizar cursos para deficientes

0
1343
Prefeito Sabino assina convênio com a Firjan-Divulgação.

 

Em Rio das Ostras, a qualificação profissional continua sendo uma das principais ferramentas para  inserir a população no mercado de trabalho. Nesta quarta, dia 2, o Município assinou um convênio com a Firjan pelo  Projeto de Qualificação  Integrada para Pessoas com Deficiências, na sede do Senai. Ao todo serão oferecidas 75 vagas para este semestre para de Rio das Ostras.

São cursos gratuitos de qualificação profissional voltados a jovens e adultos com deficiência, nas áreas de Auxiliar de Almoxarife e de Auxiliar de Logística.

Participaram da cerimônia de assinatura o prefeito Sabino; o presidente da Associação Brasileira de Empresas de Serviços de Petróleo, Gilson Freitas; a gerente Operacional da Firjan, Ana Cristina da Motta Sá; e as secretárias de Bem-Estar Social, Rose Santos, e de Ciência, Tecnologia  e Inovação, Eronei Leite.

Prefeito Sabino agradece a parceria com a Firjan-Divulgação.

O prefeito Sabino destacou a importância de o Município ser beneficiado com estas vagas oferecidas por uma instituição respeitada como a Firjan. “A Federação tem ‘know-how’  para qualificar nossos jovens e adultos assistidos pela Secretaria de Bem-Estar Social e pelo Centro de Inclusão Social e Profissional de Rio das Ostras –CISPRO. Vamos trabalhar para que novas vagas sejam abertas para atender ao nosso público, considerando que a demanda é grande”, afirmou.

De acordo com o prefeito, a inclusão se conquista com autonomia. “Esses jovens mostram que estamos no caminho certo. Eles serão preparados para ingressar no mercado de trabalho. Cada um deles vem demostrando seu esforço para agarrar a oportunidade. Estes cursos de qualificação geram oportunidade de emprego e renda, e consequentemente, mais autonomia e qualidade de vida para os jovens com deficiência do Município”, finalizou.

                                                    VALORIZAÇÃO 

Para a Secretária de Bem-Estar Social, Rose Santos, a inserção de pessoas com deficiência no mercado de trabalho é, ao mesmo tempo, um desafio e uma grande oportunidade para as empresas. “Este processo de inclusão tem impactos positivos, tanto do ponto de vista social quanto econômico. Para a pessoa com deficiência a atuação nas empresas significa uma forma de exercer uma atividade profissional remunerada de maneira digna”, comemora, completando que representa um caminho para a independência e a valorização dos jovens com deficiência, o que favorece todo o processo de sociabilidade desses indivíduos, inclusive em outros ambientes.

De acordo com o jovem aprendiz Órion, sua vida mudou depois que começou a trabalhar. “No inicio foi difícil, mas com o apoio dos chefes conseguimos superar os obstáculos e melhoramos nossa autoestima”, comentou. O colega Walace também destacou que a empresa abraçou os colegas. “Eles não nos vêm como deficientes e nos colocam para trabalhar e crescer de verdade”, finalizou.

Sr. Gilson FreitasPresidente da ABESPetro-Divulgação.
Sr. Gilson Freitas Presidente da ABESPetro-Divulgação.

“Reunimos mais de 50 empresas do setor Offshore,  que, juntas, oferecem 40 mil empregos diretos e 120 mil indiretos. Essas organizações sabem da importância da inclusão. Fizemos um Termo de Ajustamento de Conduta junto com o Ministério Público e, desde o início de 2013, oferecemos oportunidades de qualificação em parceria com a Firjan e as prefeituras”, explicou o  presidente da ABESPetro, Gilson Freitas,.

                                                         CURSOS 

Os cursos de Auxiliar de Almoxarife e de Auxiliar de Logística terão carga horária de 200 horas. Os alunos receberão ainda uma bolsa auxílio de R$ 300. Inicialmente serão beneficiados os municípios de Rio das Ostras, Macaé e Quissamã. Os municípios de Carapebus e Conceição de Macabu também poderão ser beneficiados pelo Projeto de Qualificação  Integrada para Pessoas com Deficiências.

                                                    AULA INAUGURAL

A aula inaugural da qualificação acontece no próximo dia 14, às 13h, no Teatro Popular de Rio das Ostras, reunindo autoridades e estudantes. As aulas serão ministradas na sede da Secretaria de Bem-Estar Social, na Rua Paraná, s/no, em Cidade Beira-Mar. Os cursos terão duração de um ano e três meses.

“Hoje temos 20 pessoas empregadas em empresas da região graças ao trabalho desenvolvido pelo Cispro. Os cursos de qualificação profissional do Senai representam a inclusão no mundo do trabalho para esses jovens que apresentam alguma deficiência e querem se capacitar”, destaca a secretária de Ciência, Tecnologia e Inovação, Eronei Leite.

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA