Concurso TRE-RJ: Divulgada a Minuta do Edital

0
1089
TRE-RJ

Uma oportunidade interessantíssima para o ano de 2017 pode ser o Concurso TRE RJ – Tribunal Regional Eleitoral do Estado do Rio Janeiro. Com a validade do concurso expirada em 2016, a expectativa é de que o edital seja lançado tão logo seja possível.

Outro ponto que indica o lançamento de um novo concurso é que o Tribunal está trabalhando num processo de remoção interna de servidores. Quando finalizado, será possível identificar quais locais precisam de reforço de pessoal.

                                               Último Concurso TRE RJ

A última seleção aconteceu em 2012 e foi organizada pelo Cespe. Foram ofertadas 19 vagas efetivas, das quais 10 foram destinadas ao cargo de técnico judiciário (nível médio) e 9 para o cargo de analista judiciário (nível superior). Até o momento foram contratados 266 servidores, dos quais 168 são técnicos e 98 analistas judiciários. De igual modo, no concurso de 2006 a oferta inicial foi de 435 vagas, mas ocorreram 594 convocações.

                                   História do TRE RJ

De acordo com informações coletadas no endereço eletrônico do TRE RJ, em 28 de maio de 1945, a Justiça Eleitoral seria recriada pelo Decreto Lei n.º 7.586, quando retomou a missão de combater as fraudes e zelar pelo livre exercício de votar e ser votado. Já com o nome atual, o Tribunal Superior Eleitoral seria instalado em 1º de junho do mesmo ano no Palácio Monroe, na então capital da República, o Rio de Janeiro. Em 1946, o TSE foi transferido para o prédio histórico da Rua Primeiro de Março, 42, onde ficaria até a mudança para Brasília, em 21 de abril de 1960.

Os Tribunais Regionais Eleitorais do Distrito Federal e do Estado do Rio de Janeiro foram criados na primeira sessão do TSE, em 7 de junho de 1945. Instalado em 24 de setembro de 1946, o TRE-DF foi presidido pelo desembargador Afrânio da Costa. Com a mudança da Capital para Brasília, o TRE da Guanabara foi criado e ocupou o prédio da Rua Primeiro de Março, 42, no atual corredor cultural do Centro do Rio de Janeiro. Com a fusão dos Estados da Guanabara e do Rio de Janeiro, em 15 de março de 1975, os dois TREs foram unificados, com a denominação de Tribunal Regional Eleitoral do Rio de Janeiro. Na sessão especial de 20 de março de 1975, a alteração foi formalizada.

                                      A Minuta do Edital

Consta no documento de licitação divulgado várias informações do certame, tais como, vagas, cargos, salários, disciplinas e cronograma.

05/07/2017-Foi publicado no Diário Oficial da União o início do processo de escolha da banca organizadora para o próximo concurso do Tribunal Regional Eleitoral do Rio de Janeiro (TRE-RJ), que está previsto para o segundo semestre.

Consta no documento de licitação divulgado várias informações do certame, tais como, vagas, cargos, salários, disciplinas e cronograma.

O órgão marcou para o dia 17 de julho a abertura dos envelopes das empresas interessadas em organizar o certame. A seleção da banca será por meio de pregão eletrônico. Será escolhida aquela que cobrar o menor preço. Para reduzir as chances de pequenas organizadoras ficarem à frente do concurso, o Tribunal exige certidão ou atestado, comprovando a realização de concursos federais com pelo menos 50 mil candidatos. Provavelmente, até o fim de julho ou início de agosto a organizadora será contratada.

Está definido que o edital trará dez oportunidades imediatas e cadastro reserva para as seguintes funções: técnico judiciário/administrativo (6), técnico – apoio especializado/enfermagem (CR), técnico – apoio especializado/operação de computadores (CR), técnico – apoio especializado/programação de sistemas (CR), analista judiciário/área judiciária (2), analista/administrativo (CR), analista – apoio especializado/análise de sistemas (CR), analista – apoio especializado/medicina/clínica geral (CR), analista – apoio especializado/medicina do trabalho (1) e analista – apoio especializado/psicologia/clínica (1). A carreira de técnico aceita candidatos com nível médio ou curso técnico, enquanto a posição de analista exige formação superior.

As remunerações iniciais, incluindo o auxílio-alimentação de R$ 884, oferecidas pelo órgão corresponderão a R$ 7.260,41 para os cargos de técnico da área administrativa, R$ 11.345,90 para analista judiciário (bacharéis em Direito), analista da Medicina do Trabalho e analista de Psicologia Clínica (graduados). A carga semanal será de 40 horas, exceto para o analista/medicina e medicina do trabalho, cuja jornada ficará em 20 horas por semana.

Fonte: Tribunal Regional Eleitoral- RJ

 

Clique aqui e veja a minuta do edital na íntegra.

 

 

 

 

 

 

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA