Prefeitura de Rio das Ostras Conclui Obras de Melhorias em Hospital Municipal.

1
1575
Cozinha do Hospital Municipal totalmente reformada-Divilgação

A Prefeitura de Rio das Ostras concluiu melhorias importantes no Hospital Municipal nesta semana.  A cozinha da unidade, que estava sem condições de uso, foi totalmente reformada, recebendo novo piso, pintura, iluminação e adequações do sistema sanitário. O refeitório também foi reformado. O Hospital ainda implantou uma nova usina de oxigênio e toda a rede de oxigenação foi reformada, o que permite a utilização de todos os leitos da UTI e o pleno funcionamento do Centro Cirúrgico, salvando vidas.

Refeitório também passou por reformas-Divulgação
Refeitório também passou por reformas-Divulgação

Com uma produção diária de 1415 refeições, a cozinha do Hospital atende à demanda de pacientes e das equipes de profissionais da própria unidade, além do Pronto-Socorro, Centro de Atenção Psicossocial – CAPS e da Residência Terapêutica. Durante a obra, as refeições de pacientes, acompanhantes e dos profissionais de saúde foram feitas na cozinha industrial da Padaria Escola do Município, no Parque da Cidade.

????????????????????????????????????
Rosimeri Azevedo-Secretária Municipal de Saúde de Rio das Ostras-RJ-Foto: De Olho em Rio das Ostras-RJ

A atual Secretária Municipal de Saúde Rosimeri Azevedo, recentemente empossada falou sobre as mudanças feitas no Hospital do município:

“A cozinha estava fora de condições de uso, assim como o refeitório”.                                “A reforma foi feita dentro das normas técnicas, com acompanhamento dos engenheiros e da Vigilância Sanitária”.                                                                                  “Vazamentos foram corrigidos e o sistema de drenagem refeito”, explicou a Secretária.

OXIGÊNIO

Quanto ao Oxigênio a Secretaria de Saúde também reformou toda a rede de oxigênio hospitalar da unidade. A rede atende aos leitos da UTI, enfermarias pediátrica, obstétrica e ao Centro Cirúrgico. O bom funcionamento do fornecimento de oxigênio é crucial para o atendimento de saúde. As restrições do sistema estavam impedindo o pleno funcionamento da UTI, limitando a ocupação de leitos.

“O sistema estava todo comprometido, com muitos vazamentos, podendo trazer riscos aos nossos pacientes. Foram realizados reparos, troca de peças e manutenção de toda rede do Hospital”, finalizou a Secretária de Saúde Rosimari Azevedo.

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA