ABESPetro e Prefeitura oferecem qualificação profissional em Rio das Ostras

0
1362
Prefeitura Municipal de Rio das Ostras-RJ
Prefeitura Municipal de Rio das Ostras-RJ

Está sendo realizado em Rio das Ostras o Projeto de Educação Profissional para Pessoas com Deficiência, com cursos de Auxiliar de Almoxarife e de Auxiliar de Logística, atendendo pessoas que buscam qualificação para inclusão no mercado de trabalho. Ao todo, são 75 vagas gratuitas, em convênio com a Associação Brasileira de Empresas de Serviços de Petróleo (ABESPetro), em parceria com o Senai (Sistema Firjan) e a Prefeitura.

Ao final do curso, os alunos serão encaminhados ao Banco de Empregos da Prefeitura, que irá encaminhar seus currículos para empresas da região, onde poderão obter uma boa colocação e, em muitas histórias, seu primeiro trabalho.

As aulas de qualificação, que começaram em março, têm duração de quatro meses e são ministradas na sede da Secretaria de Bem-Estar Social. Além desses cursos, a Administração Municipal também conta com o Programa de Promoção do Acesso ao Mundo do Trabalho (Acessuas) para garantir uma maior inclusão de pessoas com algum tipo de deficiência no mercado de trabalho.

Sabino-Prefeito de Rio das Ostras-RJ-Foto-De Olho em Rio das Ostras-RJ
Sabino-Prefeito de Rio das Ostras-RJ-Foto-De Olho em Rio das Ostras-RJ

Para o prefeito Sabino, a inserção de pessoas com deficiência no mercado de trabalho deve ser atingida com superação e empenho. “Esta causa deve nos tocar de verdade e quando a ABESPetro nos procurou logo abraçamos a ideia”, destaca.

O Secretário executivo da ABESPetro, Gilson Freitas Coelho, ressalta a importância do convênio, uma vez que a associação reúne mais de 50 empresas do setor Offshore no país. “Com esta experiência pioneira queremos oferecer oportunidades de capacitação profissional a pessoas com deficiência. Encontramos junto à Administração Pública o engajamento necessário para formatar os cursos”, relata.


AUXÍLIO 

Os alunos recebem bolsa auxílio de R$ 300, com o intuito de cobrir gastos com alimentação e transporte. Para a Secretária de Bem-Estar Social, Rose Santos, a presença de pessoas com deficiência no mercado de trabalho contribui para humanizar as empresas. “A inclusão social se conquista. Assumimos aqui o compromisso de estreitar os laços com as empresas para encaminhar os formandos”, afirma.

Arnaldo Venâncio-Foto: Divulgação
Arnaldo Venâncio-Foto: Divulgação

O jovem Arnaldo Venâncio da Silva Júnior, matriculado no curso técnico de Auxiliar de Logística, está feliz com a oportunidade de capacitação. “O Senai oferece cursos de qualificação profissional de excelência, reconhecidos pelo mercado. Agora poderei obter uma renda melhor, com certeza”, revela, animado.

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA